A HORA ABERTA (2021)

Concebido a partir de uma antiga inquietação da dançarina Gāthā, em conjunto com o amigo e maestro Letieres Leite, que assina a trilha sonora do projeto, “A hora aberta” carrega essa narrativa de vivências próprias, em perspectivas expandidas e plurais. As imagens foram gravadas com direção de Mayara Ferrão. De acordo com Gāthā, os signos norteadores da performance são as diferentes fases da vida, numa cronologia inversa: da morte ao nascimento. “Dentro dessa biografia reversa vamos manter a possibilidade de englobar uma multiplicidade de versões", comenta a artista. A dançarina Inaê Moreira assina a direção criativa e de movimento da obra. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

 

Concepção e Direção geral: Gāthā

Gestão e coordenação geral: Caelí da Silva Gobbato

Produção executiva: Simone Braz e Ismael Fagundes

Produção de campo: Natália Valério e Ismael Fagundes

Direção: Mayara Ferrão

Direção criativa e de movimento: Inaê Moreira e Gāthā

Colaboração coreográfica: Morena Nascimento

Colaboração roteiro: Safira Moreira

Performance e Direção de arte: Gāthā