memore-si.png

foto: shai andrade

Memorar é relembrar, evocar, trazer à tona, revolver... Do cerrado ao mar, quantas lembranças entrelaçadas são possíveis encontrar. Como a brisa Memore-si, balança com o vento bom para respirar. Memórias em forma de tempo, de cheiros, de sensações, de respiros, de silêncios, de cuidados e de afeto. Com rosas nas mãos e raízes na cabeça, Memore-si é um convite à escuta das memórias da terra, das rosas, das conchas, das tranças... Com a permissão das águas, das ayabás, das mais velhas e das crianças, a memória pede licença para ReLembrar. Já dançou com suas lembranças hoje? Memória é onde tudo começa e tudo termina.

Nascido de frente para o mar, na comunidade do Morro da Sereia – Salvador, o espetáculo Memore-si, surge em meio a crise do coronavirus, com muito respiro e resistência. Aprovado pelo Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás e dirigido por Inaê Moreira, o projeto concebido pela performer Roberta Rox, foi inspirado em temas como ancestralidade, afrofuturismo, raízes, cura e memória.

Ficha Técnica:

Performer - Roberta Rox 

Direção – Inaê Moreira