FC5A2072.jpg

Inaê Moreira é mulher negra, artista e mãe de Ayomi. Formada em Dança pela Funceb e Licenciada em Dança pela Universidade Federal da Bahia - UFBA. É também profissional de Circo pela Escuela de Artes Urbanas de Rosário/Argentina. Atualmente vem encontrando caminhos para desaguar o seu trabalho a partir dos saberes Yorubás e Bantu, criando performances e ativando espaços coletivos de pesquisa, através do que tem chamado de Dança Intuitiva, onde busca estabelecer uma relação entre movimento, espiritualidade e ancestralidade. Vive na Bahia, onde trabalha como diretora e performer. Em sua trajetória colaborou com artistas em São Paulo, Goiânia, Rio de Janeiro, Cidade do México e Chicago. Os seus últimos e mais atuais trabalhos são como diretora do espetáculo "Memori-se" (GO/BRA), tutora no Laboratório de Criação do projeto "Lança de Cabocla" do Porto Iracema das Artes (CE/BRA), criadora do filme-performance "Tempo" que foi exibido no Festival Segue o Baba e na Mostra de Cinema de Petrópolis (2020), como artista em "Envultações - Ensaios para Desaparecer" (Lei Aldir Blanc - BA/BRA), assumindo a tutoria do filme-espetáculo de Dança "Sobre Nós Ninguém Nunca Vai Saber de Tudo" (Aldir Blanc - BA/BRA), e como diretora do espetáculo de Dança "A Hora Aberta" (Aldir Blanc - BA/BRA).

download cv

foto: Richner Allan